Artigo

3 passos para tomar decisões eficientes e fazer seu negócio crescer 4x mais rápido.

   

3 passos para tomar decisões eficientes e fazer seu negócio crescer 4x mais rápido.

    Nós empreendedores somos movidos pela paixão pelo nosso negócio. Trabalhamos todos os dias envolvidos com nossos clientes, fornecedores e nossos colaboradores. Neste processo, ficamos tão imersos nas pequenas ações do dia-a-dia que esquecemos de entender alguns pontos fundamentais que trazem estratégias de crescimento para o nosso próprio negócio.

    Mas o mais interessante que vou te contar agora é que boas estratégias de crescimento podem ser implementadas para obter resultados de curto prazo, mas a maioria dos empreendedores acredita que os resultados de crescimento geralmente levam mais tempo do que deveria levar. Agora vou te convidar a fazer algumas reflexões comigo sobre este tema e como você pode implementar estes 8 passos em 30 dias e já obter resultados reais.

    Um dos fatores que mais impedem o crescimento de sua empresa é a centralização de tarefas e atividades cotidianas que impedem a visão sistêmica e estratégica do negócio. É claro que barriga no balcão é importante, mas ter a visão de cima/estratégica é fundamental. 

    Um mentor meu me disse uma vez o seguinte: 

    "Empreendedor bom é aquele que olha o presente e o futuro ao mesmo tempo"


 Mas como fazer isso na prática? 


      O objetivo deste post é te dar 7 passos matadores focados em como aumentar sua produtividade entregando mais tempo para você focar na estratégia. A segunda parte do post é o que fazer com este tempo otimizado e a partir disso, como construir estratégias de crescimento.


1)Tempo é dinheiro… vamos lá!


    -Você precisa ter um time, sócios ou parceiros focados em executar, características como disciplina, capacidade de aprender rápido e pessoas que buscam excelência são fundamentais. Isso porque colaboradores assim são capazes de absorver demandas operacionais de forma rápida e eficiente e aí te sobrará mais tempo.

    -Mesmo com um time fera em execução de nada adianta colaboradores que você precise falar a cada 5 min o que deve ser feito, ninguém quer isso para seu negócio, certo? Neste sentido, é importante observar atentamente seus colaboradores desde o momento de contratação identifique se pelo menos 20% deles tem habilidade ou vontade de ser líder

      Este processo é fundamental, pois como você irá crescer sem formar substitutos que liderem novos funcionários? Ah! E digo mais! Se você não formar terá que pagar caro, bem caro por um líder já pronto e treinado pelo mercado. É óbvio que trazer pessoas de outras organizações é importante, isso oxigena a operação, mas falaremos disso em outro post.


     Bom, voltando aos 20% de potenciais líderes, é fundamental tentar identificar pelo menos 3 características em um colaborador para saber se ele pode pertencer ao futuro hall dos 20%, são elas:


 2) A curiosidade 


      É a base de tudo,  pessoas curiosas que tem sede de conhecer o novo constantemente geralmente adotam uma postura de liderança, isso porque somente líderes não tem medo do desconhecido e não tem medo de enfrentar os desafios que o novo apresenta. Um exemplo disso, são os navegadores da época das expansões marítimas, que tinham de enfrentar um oceano que muitas vezes nunca haviam navegado, eles lideraram e conquistaram novos territórios. Isto é um tipo de liderança!

      Lembre-se! Você quer um substituto ou alguém para mandar? A escolha é sua! Mas eu prefiro pensar em contratar pessoas sempre melhores do que eu e assim construir uma empresa sustentável.

       Não adianta identificar as pessoas com perfil de liderança, mais do que isso é preciso treinar e prepará-las para o desafio, mesmo que seja aos poucos. Uma estratégia interessante é delegar ações que impactam pouco, mas faça o seu colaborador entender o quanto aquilo é importante, mesmo não sendo tanto assim...rs    Depois você verifica o resultado e passe para um item mais complexo e verifique. Neste processo, se aquela pessoa corresponde a sua expectativa você pode  aumentar a complexidade e isso gera uma relação de confiança e autonomia.

        Em paralelo destas ações, vá construindo uma cultura de colaboração, descentralização, autonomia e flexibilidade. Eu sei que nós empreendedores queremos nos sentir importantes para o nosso próprio negócio, mas desapegue e entenda que crescer exige pessoas e mais pessoas e que elas possam executar tarefas que antes eram feitas por você (dono do negócio). 

         Neste sentido, você precisa ajudar a criar um ambiente de trabalho onde exista confiança e segurança emocional. Um ambiente onde as pessoas podem de fato expor suas ideias e fazer parte, um livro interessante sobre este assunto é do Simon Sinek, "Líderes se servem por último", se você quiser aprofundar leia este livro.

         Percebeu que todos estes passos estão nas suas mãos e que você pode começar a implementar tudo isso a partir de agora? Mas antes, vamos para os passos do que fazer com o tempo que começará a ficar ocioso, a partir dos aprendizados e implementação dos passos anteriores.


 3) De olho nos clientes e na estratégia!


        -Quem não sabe que planejar e criar metas de curto, médio e longo prazo são importantes? Assunto bastante batido, certo? Vou te poupar disso. Mas o que eu realmente queria te contar é que o empreendedor precisa ser um constante resolvedor de problemas. Quantas vezes você já se viu em uma situação semelhante? Criam-se milhões de planilhas e acompanhamentos de resultado, mas o resultado não vem. E não vem porque?     

        Simplesmente, porque a maioria das pessoas que fazem a gestão nas empresas tentam adivinhar as causas de não atingirem determinada meta e criam soluções de suas cabeças. Não fazem o básico, que é observar o problema, fazer análises, extratificar dados e fazer pareto do que mais tem relevância e criar ações verificáveis. Esses 5 passos são fundamentais no processo de crescimento e melhoria contínua.

       - Neste processo de crescimento o empreendedor pode e deve estar muito conectado com os clientes, ainda que você tenha uma área destinada a isso. Deve conhecer e acompanhar seus clientes de forma fiel as mudanças do mercado. 

        Neste processo, não é à toa que muitas startups estão incomodando muitas empresas, principalmente as mais tradicionais. Isto ocorre, por que elas tem agilidade para identificar dores e necessidades do mercado de forma constante e com isso inovam em produtos e serviços constantemente se colocando no lugar do cliente. Lembre-se sua opinião não vale de nada! Mas a do seu cliente sim, aprenda com eles todos os dias.

       -Se você não tem conhecimento todo dentro de casa e precisa tomar decisões com mais velocidade cerque-se de parceiros e especialistas para obter o conhecimento que necessita. Estude sempre, se atualize  e esteja atento aos movimentos do mercado. Mentorias podem te ajudar a encontrar caminhos para tomadas de decisão em média 4x mais rápido do que pensando sozinho. Mentores não vão fazer para você, mas vão saber fazer as perguntas certas  para você e sua equipe despertarem a consciência necessária para avançar nos grandes desafios de negócios. Além disso, constrói-se o conhecimento dentro de casa e deixa um legado.          

       - Consultorias tem o objetivo de apresentar e ajudar na construção de estratégias que muitas vezes não estão claras e nem acessíveis para o empreendedor. São especialistas em determinado tema e encurtam muito o caminho no processo de aprendizado e resultados do negócio. Afinal, aprender sozinho leva muito mais tempo do que ao lado de especialistas.

        Um ponto importante sobre consultorias é que muitas vezes o empreendedor contrata diversas consultorias para trabalhar diferentes áreas de negócio. Qual é o problema disso? Em geral, não é possível ter uma visão 360 graus do negócio. O ideal é ter um acompanhamento contínuo e um olhar estratégico sobre o negócio, isso irá fazer com que a empresa ganhe 50% mais performance no alcance de resultados, por que a empresa é um organismo vivo e absolutamente tudo está interligado.

       Resumindo todas estas dicas, você vai ver que elas são bem mais simples do que parecem. 

Recaptulando! 


    Você precisa trabalhar seu time para ganhar tempo para construir estratégias de crescimento eficientes e com isso implementar uma visão e tática de resolução de problemas para atingir alta performance. É preciso estar cada vez mais perto do cliente e finalmente incluir sempre as percepções sobre eles na estratégia da empresa.  Cerque-se de mentores, especialistas e consultores capazes de te abrir caminhos que muitas vezes ficamos imersos na operação não conseguimos ver. 


Ter uma visão de fora, com alta experiência nos desafios do seu negócio pode economizar muito tempo e dinheiro com erros e frustrações pela opção de ter uma jornada solitária.


Fonte: Post João Kepler no Linked in


       Espero que tudo isso aqui faça sentido para você! Mas você deve estar se perguntando o quão difícil é implementar tudo isso na minha empresa de uma hora para outra. Você não está errado em ter esta desconfiança, pois 80% dos empreendedores não conseguem implementar técnicas e aprendizados que obtém em cursos e por isso gastam 10x mais com erros que poderiam ser evitados se estivessem sendo acompanhados.

      Por que isso acontece? Por uma simples razão, nós seres humanos não temos a capacidade de fazer bem feito muitas coisas ao mesmo tempo. Ué? mas nós não somos multi tasks? Não! inventaram isso para você, na verdade devemos implementar processos de forma organizada como um passo a passo.

       O grande ponto de tudo isso é que nós achamos que podemos fazer mil coisas ao mesmo tempo  e caímos na rotina e esquecemos tudo aquilo que  nos propomos a fazer sempre que recebemos novos conhecimentos, assim como agora! Você está  lendo este post e já deve estar pensando mil formas de implementar tudo isso. Mas sabe quantos destes passos você vai realmente fazer? 

    No máximo 10% , te garanto! Calma!  A culpa não é sua, mas a verdade é que nós, seres humanos, somos rebeldes e precisamos priorizar e ter alguém para nos direcionar, orientar e monitorar.

        Sim , isso aí! Se não fosse isso, ninguém precisaria de personal trainer, de escola, de universidade, de cursos, aula disso ou daquilo… no fim das contas, existem livros que estão à nossa disposição, mas é muito difícil aprender e praticar sozinhos, pois perdemos o foco, precisamos uns dos outros para nos inspirar, precisamos de líderes e de um passo a passo para priorizar o conhecimento.  Qualquer curso ou instituição educacional, faz isso, organiza o conhecimento existente, cria mecanismos de monitoramento e engajamento para que você evolua na trilha de conhecimento criada por eles.

         Pense! Acordar às 5:00 da manhã tem outra motivação com um personal te esperando na academia, porque se você não for treinar, pior para você, porque ele irá te cobrar mesmo assim, ou seja, um baita incentivo.  Além disso ele ficará contando 1, 2 ,3 no seu ouvido, como se você não soubesse contar. Mas perceba! É muito mais do que isso… no fundo ele está ali com você, junto, te orientando, direcionando e monitorando os seus resultados.

          Bom, se qualquer mortal é assim imagina nós empreendedores que temos mil coisas para fazer no dia a dia, além de "olhar para o presente precisamos olhar para o futuro". 

E se eu te dissesse que todos os passos que eu te contei podem sim ser implementadas e monitoradas e que nunca mais isso será um problema para você e para sua empresa.

          Então,  o conselho de ouro é: Tenha mentores, especialistas e consultores sempre com você, eles são para o empreendedor o que os personais são para as musas fitness e o que a universidade é para qualquer pessoa que queira ingressar no mercado de trabalho (há controvérsias sobre universidades vs mercado de trabalho, mas este tema fica para outro dia). De fato, estar acompanhado por quem já fez e sabe fazer além de ajudar o empreendedor a ver com clareza determinadas situações de forma mais rápida e eficiente ele provoca o empreendedor a pensar, buscar soluções  e implementar estratégias mais eficazes.



PRO
Diagnóstico pro
do seu negócio

Se você tem um compromisso sério com você e com o seu negócio já sabe que não pode perder essa oportunidade.

QUERO ME INSCREVER

    O que eu preciso te contar é que basicamente existem 2 tipos de mentor.  Aquele que acompanha o empreendedor e sua empresa estabelecendo com ele, metas, ajudando a abrir caminhos, priorizar e resolver problemas de forma mais contínua e envolvente. Este tipo de mentor leva para o empreendedor uma visão de fora, porém próxima do seu negócio que ajuda, sobretudo, no processo de criação de um passo a passo para avançar no crescimento do seu negócio. 

      Em geral, ele tem uma visão mais generalista, pode ter sido um empreendedor e é alguém com experiência em diversos campos. Com isso,   ele busca constantemente melhorar a performance do empreendedor e do negócio, por isso gosto de chamá-lo de mentor de performance. Além disso, ele pode ser um elo fundamental para o outro tipo de mentor, o mentor especialista ou consultores.

      Este mentor tem um conhecimento mais específico e bem profundo em suas áreas de atuação, ele é em geral um empreendedor de um mercado específico, pode ser um gestor em empresas, mas o mais importante é que ele tenha experiência real e comprovada naquilo que ele se propõe a mentorar. Em geral, sua participação na empresa é pontual, entra para ajudar a resolver ou clarear certas questões ajudando o empreendedor a tomar decisões em média 4x mais rápido.

     O que é interessante neste processo é que se temos um mentor de performance ele pode e deve nos conectar sempre com mentores, especialistas e consultores. Esta combinação faz o empreendedor não perder o foco, aumentar a resiliência frente aos desafios e constrói conhecimento interno para continuar crescendo.

     86% dos empreendedores se sentem sozinhos  e muitas vezes não sabem que caminho tomar durante a jornada empreendedora, isso gera perdas grandes no processo de tomada de decisão, perda de dinheiro e tempo e isso irá afetar diretamente o crescimento de qualquer negócio

     Eu quero que você não esteja no grupo dos 86% que se sentem sozinhos e demoram a tomar decisões precisas e perdem muito dinheiro com isso. Busque um mentor, alguém que te acompanhe e se conecte a outros especialistas para te ajudar a resolver questões de áreas da sua empresa no curto prazo! 

Você não precisa estar mais sozinho! 

     O segredo está em suas mãos agora! Quero saber como está hoje o seu poder de atração de mentores e como isto poderia fazer a diferença em seu negócio desde já! 

    Você acredita que ter acesso a mentores e uma rede de empreendedores pode te ajudar? Sou muito apaixonada por empreendedorismo e o impacto que ele causa é o motor para tudo que faço, inclusive para a fundação da Boomit, e para os Investimentos que fiz em outras empresas. Já acompanhei e mentorei pessoalmente mais de 300 empreendedores com o objetivo número 1 de compartilhar conhecimento, trocar e impactar. Realizei diversas pesquisas e mentorias com empreendedores e sei de perto quais são os grandes desafios que enfrentamos, mas juntos somos sempre mais fortes.  

    Por isso quero te convidar a participar de nossa mentoria online gratuita, com o foco de conectar empreendedores, mentores e investidores em uma rede exclusiva para debater e dialogar sobre os principais desafios do ecossistema empreendedor.

    Queremos fazer do Brasileiro o mais empreendedor do mundo!

   Entre para nossa rede de troca e junte-se aos empreendedores que querem fazer a diferença e se conectar com pessoas e negócios que buscam estar sempre em evolução.

      Fica meu convite especial para entrar aqui na lista de espera para as mentorias online gratuitas. Para fazer com excelência não podemos deixar turmas enormes, então já garanta sua vaga na lista para em breve se conectar comigo e com a nossa rede de empreendedores e mentores!


Quem escreveu:
Carolina Augusta

Cofundadora da Boomit, investidora anjo, especialista em comportamento empreendedor e gestão.

Você acabou de ganhar uma sessão de consultoria!
7 VAGAS RESTANTES